ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Por que a Alemanha traduz os títulos dos filmes em inglês para o inglês?



✎por Janaina de Aquino

Alemanha está entre os 10 países, de um total de 72, com os melhores níveis de inglês analisado pelo Índice de Proficiência em Inglês (EF English Proficiency Index), ainda assim o país tem o curioso hábito de traduzir o título dos filmes em inglês para... o inglês!

Em um artigo para o periódico alemão Süddeutsche Zeitung Magazin, Max Fellmann começa especulando que as "traduções" sejam formuladas por um homem solitário em algum lugar da Alemanha, a frente da sua escrivaninha e uma pilha de DVDs, assolado pelo dilema entre verter os títulos ao pé da letra, correndo o risco de soar mal feito e obtuso, ou deixar em inglês mesmo, a fim de dar um ar mais cool; o problema, em optar por este último, é que nem sempre o público é capaz de entender 100% títulos em inglês. Felizmente, ele reverte a situação explicando que, em geral, os títulos são designados com base em estratégias de marketing (aliás, como no Brasil).

É o caso do campeão de bilheterias Taken (2008), um filme francês com nome em inglês, bem ao estilo de ação norte-americana. Traduzido no Brasil como Busca Implacável, conta a história de um ex-agente do governo que tem a filha sequestrada por traficantes de mulheres enquanto ela estava em Paris com uma amiga. A busca dura 4 dias, ou 96 horas. Foi daí que saiu o título da versão "alemão" (96 hours). Aliás, em alemão, taken significa Entführt, que quer dizer tanto raptar uma pessoa quanto um avião. O medo de causar confusão fez com que se "traduzisse" em números, afinal, Fellmann deduz, 80% daqueles que vão ao cinema não vão dizer o filme em inglês, mas em alemão: "Sechsundneunzig Auas".

Em sua grande maioria, as produções estrangeiras em língua inglesa são vertidas para uma "linguagem mais simples" ou basicamente uma explicação do título original. As razões podem ser várias, dentre elas, expostas em um artigo, de que alguns alemães teriam dificuldade em pronunciar o nome de um determinado filme na hora de comprar o ingresso no cinema. Outras podem ser de cunho autoral, como o filme Tomorrowland, de 2015 ("Tomorrowland - Um Lugar Onde Nada é Impossível", no Brasil) é o nome de um festival de música techno, originário da Bélgica em 2005, e a alternativa literal Morgenland ("terra do amanhã") estava fora de questão, traduziu-se por A world beyond na Alemanha. 


Por vezes, não há exatamente uma tradução do inglês para o inglês, mas uso de um elemento no filme que ajude a entender do que se trata. Fellmann cita A Man Apart, na Alemanha Extreme Rage (soa imediatamente brutal). Crash virou L.A. Crash (mais específico). Horrible Bosses substituiu Kill the Boss (aqui, seria muito brutal a versão original).

A lista de filmes com títulos alternativos em inglês para alemão ver é bem grande (pode conferir aqui  minha fonte de inspiração) e resolvi fazer algumas sugestões bem humoradas sobre as motivações por traduzir inglês em inglês!

Sem delongas


O povo alemão é conhecido por se comunicarem de forma objetiva, o que se reflete em vários aspectos da cultura. Seria os títulos dos filmes um deles?


Big Hero 6 (2014), quinquagésimo quarto longa-metragem de animação da Walt Disney, lançado em 2014, exibe a saga de Hiro, um garoto de 14 anos gênio em robótica, e um robô inflável. No Brasil, foi batizado de Operação Big Hero; na Alemanha, simplificou intitulando com o nome do robô, Baymax.


How high (2001), que no Brasil levou o título de "Dois doidões em Harvard", conta a história de dois amigos querem apenas ficar "ligados" e arrumar garotas.  Eles acabam fumando as cinzas de um amigo que acabou de morrer junto com maconha, o que o invoca do além. O título, então, é uma brincadeira com get high, que inglês significa atingir o efeito causado pelo uso de substâncias químicas, em especial maconha, e na gíria popular brasileira pode ser interpretada como "ficar alto" ou "ficar chapado". A versão em inglês brinca com a pergunta de quão "passada" uma pessoa pode estar para trazer o espírito de volta de um amigo, mas a versão alemã põe os pingos nos Is e traduziu por So high, ou seja, dando a medida exata.


Deve ter soado bastante vago um título como "Unknown" ("Desconhecido", no Brasil), de 2011, logo na Alemanha se tratou de chamar "Unknown identity", para dar título à história de Martin Harris (Liam Neeson), um médico que tenta provar sua identidade.


Todo mundo sabe que o que acontece em Vegas, fica em Las Vegas. Pelo menos parecia ser a ideia do título original da comédia norte-americana de 2008, estrelada por Cameron Diaz e Ashton Kutcher, que se limita a informar: What Happens in Vegas. Mas tanto a versão brasileira quanto a alemã acharam por bem deixar tudo muito claro: "Jogo de amor em Vegas" é o título no Brasil e Love Vegas, na Alemanha.



Miss Cast Away and the Island Girls é um título bem grande de mais uma comédia de 2008, que conta com Michael Jackson no elenco. A Alemanha resumiu em duas palavras: Silly movie ou "filme bobo".


O pôster promocional de The Man (O Cara, no Brasil), comédia de 2005 estrelada por Eugene Levy, Samuel L. Jackson, e Miguel Ferrer, diz que apenas um dos dois pode ser "o cara", sendo que um "walk the walk" e o outro "talk and talk". Trata-se de um jogo de palavras com "walk the walk, and talk the talk" ou "walk like you talk it", isto é, se refere a aqueles que falam e agem contra aqueles que só falam, mas não agem. Samuel L. Jackson é o cara que age, Eugene Levy, o cara que fala. A versao alemã resolveu dar logo p nome aos bois, chamando-os de Cool & Fool (o legal e o bobo), com as palavras postas sobre as respectivas cabeças dos atores e os dizeres: "Mein Partner mit der großen Schnauze" (meu parceiro linguarudo). 



Begin Again (2013), que significa "começar de novo", inicia com todas as personagens centrais retratadas como perdedoras (término de namoro, demissão etc.), mas que veem novas chances de recomeço surgirem em suas vidas e tirar o melhor de suas experiências. Nesta linha, os produtores do Brasil deram no título Mesmo se Nada Der Certo uma palhinha de todo o filme, basicamente "ao contrário das grandes comédias de Hollywood, a ideia não é fazer com que se tornem famosos e vencedores, e sim garantir que encontrem satisfação na vida que têm". Menos otimista, a versão alemã pergunta ao público logo de cara se uma música pode mudar sua vida. Se quiser saber a resposta, bom assista ao filme.



Deuce Bigalow: Male Gigolo (no Brasil, Gigolô por Acidente) na Alemanha ganhou a explicação da explicação na tradução com Rent a man (alugue um homem), para aqueles que não sabem o que é um gigolô.  


Para não se perder na tradução


E se na verdade a estratégia de traduzir títulos em inglês seja uma necessidade de adaptar a linguagem para o público? Abaixo, alguns filmes que tiveram seus títulos originais ligeira ou completamente modificadas nas versões alemãs.


Bend It Like Beckham é um filme de 2002 que conta a história de uma garota indiana chamada Jesminder (Parminder Nagra) que adora futebol e tem como ídolo a superestrela do futebol britânico, David Beckham. O título em inglês se refere à técnica, conhecida como “chute de chapa”, de chutar uma bola com curva, especialidade de Beckham. Mas, aparentemente, apesar de loucos por futebol, nem todo alemão conhece a expressão "bend it", logo a versão no país não teve rodeios e ficou Kick it like Beckham, que é mais simples.


Bring it on é outro exemplo de expressão que precisou, supostamente para fins de simplificação, ser alterada no cinema alemão. Usada em inglês para desafiar alguém, bring it on foi "traduzida" como Girls united, ou garotas unidas.


The Rundown, filme de comédia de ação de 2003 sobre um caçador de recompensas que vem para o Brasil, e teve a participaçâo do ator brasileiro Cauã Reymond. Honestamente, nem deveria estar nesta lista, pois foi titulado de Welcome to the Jungle não só na Alemanha, mas também na Inglaterra e em alguns outros países, inclusive no Brasil, que seguiu o título inglês, traduzindo para o português Bem-Vindo à Selva. "Run down" significa, entre outras coisas, perseguir alguém até a exaustão ou sua captura. Mas já que é no Brasil, faz todo sentido dar um título que remeta à selva. 

                          

Wild Hogs (2007), traduzido por "Motoqueiros Selvagens" no Brasil e literalmente "Porcos selvagens" em Portugal, satisfazendo ambos os sentidos das palavras. Wild hog significa javali ou porco selvagem; hog significa porco, também usada com tom pejorativo; como gíria, hog se refere a motocicletas. Em outras palavras, são várias as possibilidades de tradução que, no entanto, poderiam passar desapercebidas na bilheteria alemã. Adotaram o título Born to be wildSaumässig unterwegs



No filme Miss Congeniality (2000), ou "Miss Simpatia" no Brasil, Gracie Hart (Sandra Bullock) é uma agente do FBI que passa por uma transformação para encarnar a Miss Estados Unidos num concurso de beleza para capturar um terrorista. As produtoras alemãs ignoraram o "disfarce" do título e entregaram logo de bandeja a identidade da personagem, nomeando o filme como Miss Undercover, em que undercover é a palavra em inglês para um agente secreto. Portugal não fica muito atrás: "Miss Detective". Brincadeiras à parte, a verdade é que "congeanility" pode ser uma palavra desconhecida pela maioria dos alemães, enquanto que undercover é uma das muitas palavras em língua inglesa usadas no dia a dia e nos meios de comunicação.



Nenhum comentário