Curso de tradução de histórias em quadrinhos

0 comentários

O Brasillis Idiomas está abrindo turmas para quem  quer se especializar em Tradução de histórias em quadrinhos e deseja aproveitar a oportunidade no mercado que já movimenta mais de 1 bilhão de reais, anualmente. O mercado de tradução de Histórias em Quadrinhos é indicado para quem possui inglês fluente.

O valor do investimento  para o curso à distância e ao vivo é de R$ 595,00 por mês. As aulas iniciarão no dia 25 de outubro, com dois meses de duração, sempre às terças, das 17h30 às 19h. 

Quem efetuar a matrícula até o dia 16 de setembro terá o valor reduzido para R$ 495,00. Não há taxa de matrícula e o material didático (virtual) é gratuito. Parte da aula, reservada para os alunos praticarem os exercicios, é off-line, possibilitando  a flexibilidade de escolherem os dias e horários que melhor atenderem às suas necessidades.

Os interessados deverão ser aprovados nas avaliações de acesso (escrita e oral). A professora é Cynthia Borges Bonacossa, cartunista semanal da Folha de São Paulo e que atuou como roterirista, assitente de direção, story-boarder, editora e ilustradora.

Inscrições e informações pelos telefones (21) 2529-8104 / 2512-3697 / 98304-1624 ou pelo e-mail: brasillis@brasillis.com.br


Leia Mais »

Outro erro de tradução; desta vez, com danos reais.

0 comentários
Chinês diz que Tesla dá impressão de que carro anda sozinho
(Foto: REUTERS/Kim Kyung-Hoon)

Por Janaina de Aquino.

O "Autopilot" ou "piloto automático" é uma tecnologia de sistema de condução automática disponibilizada pela fabricante americana veículos elétricos Tesla, à frente de boa parte da indústria automobilística, que está adotando tecnologia parecida de forma lenta e sem acesso aos consumidores.

Desde seu lançamento, entretanto, o "Autopilot" tem causado diversos acidentes ao redor do mundo e, inclusive, uma vítima fatal, o americano Joshua Brown. As causas, segundo o próprio presidente da Tesla, Elon Musk, são problema de interpretação: "muita gente não entende o que é [o sistema], nem como ativá-lo". Para endossar seu posicionamento, em um texto publicado em seu blogue, a Tesla ressalta que “Autopilot é um recurso de assistência que requer que você mantenha suas mãos no volante o tempo todo e que é necessário manter o controle e a responsabilidade sobre o veículo”. Em outras palavras, o recurso controla ações como mudar automaticamente de pista, controlar velocidade e freio para evitar uma colisão, mas o motorista precisa sempre manter as mãos no volante.

Para a Consumer Reports, revista conceituada quando o assunto é mercado e a relação entre empresas e consumidores, entretanto, há margem para interpretação, pois, "ao propagandear o recurso como ‘piloto automático’, a Tesla dá aos consumidores uma falsa sensação de segurança". 

No caso de Brown, que aparece em uma foto sem as mãos no volante, está claro que a Tesla passou a impressão de que o recurso assume o controle total do veículo. O mesmo aconteceu na China no ínicio de agosto, meses após o acidente fatal na Flórida.

Aparentemente, Luo Zhen, um motorista de Beijing ativou o modo "Autopilot" e acabou atingindo a lateral de um carro que estava estacionado. Ao que parece, o significado de "Autopilot" estava traduzido errado na página chinesa da Tesla, na qual descrevia a nova tecnologia com a frase "zidong jiashi", que significa "piloto automático". Acontece que a frase, infelizmente, tem duplo sentido e também significa "semiautônomo". 


Joshua Brown em seu Tesla, dirigindo sem as mãos.
A Consumer Reports, no entanto, acredita que este ponto pode não ser amplamente compreendido pelos consumidores. Um dos problemas ressaltados pela publicação é o nome do recurso. Em um artigo publicado logo após a fatalidade de Borwn, a Consumer Reports levanta a questão (pertinente) se o nome do recurso não “promove a suposição prematura e perigosa de que o Model S é capaz de se dirigir de forma completamente autônoma”. Os acontecimentos recentes mostram que sim.

Luo Zhen saiu ileso, mas. embora tenha admitido que estava distraído e sem as mãos no volante no momento do acidente, afirmou que a Tesla está escondendo as limitações do programa: "(...) Mundialmente, quando vendem os carros, chamam-lhe piloto automático; quando há um acidente torna-se condução assistida”. Ele argumentou, ainda, que as lojas da Tesla na China divulgam o carro como "autônomo". Ao Financial times, Luo Zhen alega que “a maneira como a China se refere a estas tecnologias é um grande problema. Embora exista um risco semelhante no Ocidente, os consumidores chineses têm menos probabilidade de ler o manual de instruções”.

Com razão. Tanta que a Tesla admitiu que houve confusão na tradução do termo no site do fabricante na China e garantiu que revisou a parte linguística para deixar claro para os motoristas que o modo "Autopilot" é um sistema de assistência ao motorista e não um sistema que dirige sozinho. Logo, de acordo com o Wall Street Journal, o termo "zidong jiashi" foi substituído por "zi dong fu zhu jia shi", que significa que o carro tem um sistema de direção assistida.

Este infortuito incidente serve, sem dúvidas, de lição valiosa para Tesla e para outros fabricantes de automóveis ou outros produtos que não prestam a atenção necessária para o que divulgam em seus sites ou como os traduzem (ver caso do Oreo na Índia ou demais exemplos na obra "O local e o universal na tradução de produtos comésticos e comestíveis".

"Estamos trabalhando constantemente para conseguir melhorias, inclusive nas traduções. Estamos lidando com quaisquer discrepâncias entre as línguas há várias semanas", afirmou a porta-voz da Testa sobre os desafios linguísticos. 



Fonte: RickeyCBS SF Bay Area / Dinheiro Vivo / Exame /  The Wall Street Journal

Leia Mais »

Chocolate Oreo é retirado das prateleiras após erro de tradução na Índia

0 comentários


Por Janaina de Aquino.

A marca Milka é tratada como verdadeira sensação desde que o chocolate foi inventado. Um de seus lançamentos mais recentes, a barra de Milka sabor Oreo, que combina chocolate ao leite com o biscoito Oreo, contudo, causou alvoroço pelos motivos errados: em meados de agosto, o produto foi recolhido das lojas de Dubai depois de um rumor nas redes sociais que as barras de chocolate continham álcool.

O Departamento de Segurança Alimentar indiano afirmou, depois dos testes feitos, que não foi encontrado nenhum vestígio de álcool, apesar da indicação na listagem de ingredientes. Segundo uma oficial do Departamento, "o problema era um erro de tradução no rótulo do produto".

Na versão árabe do rótulo, a palavra para o ingrediente "licor de cacau", que é o chocolate puro em sua forma líquida, foi dividida, por lapso, em duas palavras durante o processo de tradução. "Eles traduziram licor como bebida alcóolica em árabe", explica a oficial. Isso deu vazão à toda a confusão.

Depois de esclarecido o mal entendido, a oficial do Departamento declarou que o produto é halal¹ (permitido) e seguro para o consumo, mas só retornarà às lojas quando a tradução dos ingredientes for retificada para evitar confundir os consumidores.

"Nós também entraramos em contato com a empresa para que fizessem a correção e descobrissem quem cometeu o erro", acrescentou a oficial. 

A questão pode parecer inusitada, mas é séria. Neste caso, não houve nenhum prejuízo à saúde do consumidor, mas teve claramente um impacto cultural. Para quem não sabe, o álcool é proibido em algumas partes da Índia: o produto foi totalmente banido nas ilhas Lakshasweep e nos estados de Manipur, Mizoram e Nagaland, no norte do país. Diversos estados da Índia possuem leis para prevenir venda e consumo de álcool (Kerala e Bihar estão em processo de inibir a venda e consumo do produto). Na obra "O local e o universal na tradução de produtos comésticos e comestíveis" se aborda os problemas advindos de erros de tradução em rótulos de cosméticos e comestíveis. 


Fonte: GulfNews / Ibt.


¹ Este texto foi traduzido/adaptado de um jornal indiano, o qual utiliza a palavra "halal" para se referir ao produto. Halal (em árabe: حلال; transl.: ḥalāl , "permitido, autorizado") é uma palavra que se refere, no islão, aos comportamentos, formas de vestir e de falar, alimentos que são permitidos pela religião,[1] sendo o seu antónimo haraam.

Publicado em 29 de agosto de 2016.

Leia Mais »

Edital de contratação – Revisão - Tradução inglês-Português

1 comentários


Estão abertos os editais, lançados pelo Centro de Estudos do Trabalho e Sindicalismo (CESIT), do Instituto de Economia da Unicamp, para contratação de serviços do Projeto “Fortalecimento político das mulheres para garantir e ampliar direitos, promover a igualdade no mundo do trabalho e a autonomia econômica, em virtude do convênio de nº 788202/2013 celebrado entre a Secretaria de Política para as Mulheres (SPM), do Governo Federal, e o Centro de Estudos Sindicais e Economia do Trabalho do IE/UNICAMP.

O processo contempla a contratação de pessoas física e jurídica para os serviços de edição e revisão, e tradução de livros, entre outros.

Abaixo seguem os links para os editais.

– Edital: Contratação de prestação de serviços pessoa jurídica – Edição e revisão;

1) Contratação de serviços técnicos para edição e revisão de dois livros:

1.1. Livro de publicação dos resultados da pesquisa apresentando os desafios e recomendações de políticas públicas.
1.2. Livro de publicação com os resultados dos estudos/papers.

2. Qualificações:

2.1. Experiência comprovada com revisão de livros e publicações.

3) A proposta a esta cotação, deverá atender fielmente às especificações contidas no item 2, juntamente com currículo, cronograma e proposta de preço, em carta endereçada ao Centro de Estudos Sindicais e economia do Trabalho, devidamente assinado.

4) Os interessados em participar desta seleção deverão encaminhar as propostas e a documentação solicitada ao Centro de Estudos Sindicais e Economia do Trabalho do IE/UNICAMP até o dia 22 de agosto 2016, às 14:00 horas, via postal ou correio eletrônico, conforme indicado abaixo:

Correio eletrônico: cesit.mulheres@gmail.com.br.


1) Contratação de serviço de um (a) especialista para tradução de texto do inglês para português no total de 44.075 caracteres sem espaço ou 51.830 caracteres com espaço.

1.1)Será contratado 01 (um) profissional com as seguintes qualificações:
(i) Conhecimento e comprovação do domínio do idioma

2) A proposta a esta cotação, que deverá atender fielmente às especificações contidas no item (1.1), através da apresentação de currículo, cronograma e proposta de preço, em carta endereçada ao Centro de Estudos Sindicais e economia do Trabalho, devidamente assinado.

3) Os interessados em participar desta seleção deverão encaminhar as propostas e a documentação solicitada ao Centro de Estudos Sindicais e Economia do Trabalho do IE/UNICAMP até o dia 22 de agosto 2016, às 14:00 horas, via postal ou correio eletrônico, conforme indicado abaixo:
Correio eletrônico: cesit.mulheres@gmail.com.br
Endereço Postal: Rua Pitágoras, nº 353 – Barão Geraldo - Campinas/SP, CEP 13083-857. A/C do
Professor José Dari Krein e Professora Eugênia Troncoso Leone

4) A proposta de preços deve indicar os valores com até duas casas decimais; sendo que o valor total da proposta ofertada deverá ser único, grafado numericamente e por extenso. Deverão estar incluídos, obrigatoriamente, todos os custos necessários para o cumprimento da prestação do serviço, bem como todos os impostos, encargos trabalhistas, previdenciários, fiscais, comerciais, taxas, seguros e quaisquer outros que incidam ou venham a incidir sobre o objeto em questão.


Publicado em 18 de agosto de 2016.

Leia Mais »

Brasil oferece bolsa a tradutor estrangeiro

1 comentários


A Fundação Biblioteca Nacional, órgão ligado ao Ministério da Cultura do Brasil, está com dois editais abertos para programas de divulgação da literatura brasileira no exterior. As bolsas de intercâmbio irão beneficiar autores nacionais e tradutores estrangeiros de obras brasileiras.

É preciso que o tradutor já esteja com o trabalho contratado por uma editora estrangeira. A tradução não deve estar concluída antes da vinda do profissional ao Brasil e os projetos de tradução devem ser realizados diretamente do português para outros idiomas. O edital exige também que a tiragem mínima prevista da obra seja de 500 exemplares.

O programa irá oferecer três bolsas de até R$ 10 mil. O valor de cada bolsa irá levar em consideração o tempo em que o tradutor ficará no Brasil e os custos de passagens aéreas e terrestres. A lista de aprovados será divulgada no dia 26 de setembro.

O prazo de recebimento das inscrições para esse programa se encerra no dia 02 de setembro.

Mais informações sobre o Programa de Residência de Tradutores Estrangeiros no Brasil estão disponíveis no link http://migre.me/uu7wh.

Outras informações sobre o Programa de Intercâmbio de Autores Brasileiros no Exterior podem ser encontradas no link http://migre.me/uu7E7.

Leia Mais »

[voluntário] PNUD abre vaga para tradução de documentário (PT-EN)

0 comentários


Você conhece a plataforma de voluntariado online do UNV Brasil?

Essa é uma maneira de conectar pessoas de todo o mundo com organizações que trabalham para o desenvolvimento humano sustentável.

No ano passado, mais de 670 brasileiros participaram de ações por meio da plataforma. Em 15 anos de existência, ela já conta com a participação de mais de 15.600 brasileiros.

O PNUD Brasil está com uma oportunidade abertas para quem quiser se voluntariar e se conectar com a organização oferecendo a versão de um documentário do português para ao inglês. 


Fonte: PNUD Facebook.

Leia Mais »

JOB OPPORTUNITY - The Global Manta Network

0 comentários
The Global Manta Network is in search of English - Portuguese translators for a huge project of around 500 Kwords, technical and automotive.

If you are interested in taking part in The Global Manta Network team project, please let them know your best translation rate (price per word / Euro), considering the possibility of working together on a regular basis during the remainder of 2016 and the upcoming year 2017. Please send an email with the requested information by Friday, 04/07/2016 at 12:00 am ITA time, at the latest.

Experience of Trados, Wordfast or Memoq is mandatory. The Global Manta Network Network offers translation services to other translation agencies. The Global Manta is organized to produce great amounts of work and can therefore provide continued employment to the persons who join the team.

The Global Manta Network's customers are important translation agencies in North America, Western Europe, Japan and Australia. 

Applicants are invited you to check the BLOG https://mantapress.wordpress.com/ for more information about this ongoing project and please upload your CV by selecting “Work with Us”.

Pre-selection of new collaborators shall be by order of arrival of resumes, prioritising those CVs that have been uploaded on the above mentioned BLOG.


via Guillermo Chiosso / 
Global Manta NetWor


Leia Mais »

TCU: Credenciamento de pessoas físicas e jurídicas para a prestação de serviços de tradução

0 comentários


O TCU abriu credenciamento de pessoas físicas e jurídicas para a prestação de serviços tradução, conforme demanda, nos seguintes idiomas estrangeiros: inglês, espanhol, francês e alemão.

Os credenciados deverão ser aptos a traduzir textos do português para os idiomas inglês, espanhol, francês e alemão; fazer versão desses idiomas estrangeiros para o português, bem como traduzir qualquer dos idiomas estrangeiros listados para outro também listado.

As propostas de credenciamento serão recebidas no SAFS – Quadra 04, Lote 01, sala 103, Anexo I do Tribunal de Contas da União, do dia 20/06/2016 até o dia 05/08/2016, das 10h às 18 horas.

Confira o edital aqui.

Leia Mais »